Arquivos da categoria: dicas

Manteigas Saborizadas

As manteigas do chá e do café da manhã não precisam ser sempre iguais. E para incrementá-las você não precisa de muito e não terá praticamente nenhum trabalho. É sério, basta misturar e pronto!

image

Veja quatro deliciosas sugestões para saborear com seu pãozinho do dia a dia.

Ingredientes:

  • 400g de manteiga com sal em temperatura ambiente  (100g para cada sabor)
  • 2 colheres (sopa) de alecrim
  • 2 colheres (sopa) de orégano
  • 4 colheres (sopa) de manjericão
  • 3 colheres (sopa) de paprica picante
  • 1/2 xícara (chá) de bacon bem picado
  • Papel manteiga. (se não quiser usar o papel manteiga, use 4 potes herméticos)

Dica: Você pode usar inúmeros outros ingredientes, ex., raspas de limão ou laranja, pimentas moídas, canela em pó, azeitona bem picada e outras ervas.

Obs. Guarde sempre na geladeira e consuma dentro de 5 dias.

image

Modo de preparo:

Para a manteiga de Manjericão:

Em um bowl adicione 100g da manteiga em ponto de pomada, acrescente o manjericão picado e misture tudo muito bem. Coloque a manteiga sobre uma folha de papel manteiga, enrolando e torcendo as duas extremidades do papel como se fosse uma bala (foto acima). Leve à geladeira até o momento de servir.

Para a manteiga de páprica:

Repita o mesmo processo acima.

Para a manteiga de Alecrim com Orégano:

Se você estiver usando orégano e alecrim desidratados, leve os dois em uma panela ao fogão apenas para aquecer e soltarem os seus sabores. Feito isso siga o mesmo processo para a manteiga de manjericão.

Para a manteiga de bacon:

Coloque o bacon bem picado em uma panela e leve ao fogo até ficar bem crocante, descarte o óleo sobressalente e deixe o bacon esfriar. Em seguida misture-o á manteiga e siga o mesmo processo dos preparos acima.

Manteiga saborizada 3

Fonte: http://www.umdocedia.com.br/manteigas-saborizadas/

Baguette Caseira

Este pão comprido e magro, de casca crocante e miolo leve e tenro é conhecido em todo mundo por seu nome francês. A palavra significa “varinha”. Os franceses sempre dizem que é sempre melhor com duas baguettes, já que uma delas dificilmente chega inteira em casa.

Vou ensinar o passo-a-passo desse pão que é o meu preferido!!!

  • 250 g de farinha de trigo
  • 7 g de sal
  • 10 g de fermento biológico
  • 120 g de água morna
  • 5 g de açúcar

Em uma tigela pequena, dilua o fermento em cerca de 3 colheres (sopa) da água morna, adicione o açúcar e cerca de 1 colher (sopa) do total da farinha de trigo. Misture até dissolver bem. Cubra com filme plástico e coloque dentro do forno desligado, até que duplique o volume (fotos abaixo). A dica que minha professora de panificação ensinou é colocar uma panela com água quente dentro do forno (observe a panela no fundo da primeira foto). Assim ajuda a fermentar e mantem úmido.

baguete 1 baguete 2

Em uma bancada limpa, despeje a farinha e faça uma coroa. Polvilhe o sal nas bordas e despeje no centro o fermento e a água aos poucos (não precisei usar tudo, por isso coloca aos poucos). Misture bem e sove até que a massa se torne elástica (cerca de 15 minutos). Faça uma bola, coloque em uma tigela, feche com filme plástico e volte ao forno com a panela com água quente (se precisar esquente a água novamente). Deixe fermentar.

baguete 5

baguete 3   baguete 4

Volte a massa para a bancada e retire o ar apertando ela. Enrole formando a baguette e coloque na forma. Volte novamente ao forno com a água quente e deixe dobrar de volume.

baguete 11   baguete 12

Fazer cortes na superfície com uma faca afiada.

baguete 13

Leve ao forno pré-aquecido a 200º por aproximadamente 30 minutos.

baguete 8

baguete 10

baguete 7

Branqueamento de Legumes

legumes

Os legumes estragam com facilidade na sua geladeira? Para evitar o desperdício use a técnica do branqueamento. Assim, podemos congelá-los para conservar por mais tempo, mantendo seus nutrientes.

Consiste em um choque térmico no alimento. É o cozimento parcial em água fervente abundante, que em seguida será interrompido, sendo resfriado (o alimento) em água gelada (explico melhor abaixo). O tratamento térmico é destinado principalmente para inativar as enzimas que podem deteriorar os alimentos, além de limpar a sua superfície, retirando os microorganismos e manter a cor viva e suas propriedades nutricionais. O branqueamento também é essencial para que legumes sejam congelados.

Instruções:

  • Lave bem os alimentos e retire cascas, sementes ou partes machucadas. Corte-os no tamanho e formato desejados (não muito grande);
  • Em uma panela alta e de fundo largo, ferva uma boa quantidade de água com uma pitada de sal;
  • Quando a água estiver borbulhando, coloque os legumes e deixe cozinhar, em panela destampada, de 1 a 4 minutos. O alimento não pode amolecer demais, pois ele vai ser finalizado posteriormente (na preparação da receita). O período de fervura varia de acordo com o alimento: 1 minuto: espinafre, milho em espiga, mostarda, nabo, pimentão, vagem; 2 minutos: abóbora, abobrinha, almeirão, repolho, chicória, alcachofra, batata, batata doce, berinjela, beterraba; 3 minutos: aipo, cenoura, couve-flor, vagem, salsão, brócolis, beterraba, batata baroa; 4 minutos: cenoura, couve-de-Bruxelas, mandioca.
  • Retire da água com uma escumadeira ou peneira e imediatamente mergulhe-os em uma tigela com água gelada e gelo. Deixe por uns 3 minutos. Essa etapa evita que continuem cozinhando.
  • Retire, deixe escorrer bem e seque com pano ou papel absorvente.

Para congelar:

Depois de bem seco, coloque em saquinhos plásticos (de preferência com fechamento tipo zíper), retire todo o excesso de ar que puder da embalagem e feche muito bem. Coloque uma etiqueta no saquinho com a data do branqueamento. Pode ser guardado no congelador por até seis meses. Retire e utilize.

Nunca devemos congelar: hortaliças que serão consumidas cruas, como por exemplo, alface, agrião, rúcula, pepino, rabanete, tomate cru, batata crua, gemas cruas ou claras cozidas.

Dica: não utilize bicarbonato de sódio no cozimento dos vegetais. Embora revitalize a cor dos alimentos, retira todas as vitaminas.

branqueamento Imagem retirada daqui: http://www.acozinhadacacau.com.br/2013/06/17/spaghetti-de-pupunha/

Manteiga Ghee: como fazer a versão saudável e sem lactose da manteiga!

manteiga ghee 2

Uma versão muito mais saudável e sem lactose da manteiga, batizada de manteiga ghee, pode ser preparada em casa em passos supersimples de seguir. A transformação é feita com a própria manteiga tradicional e não leva muito tempo. Apostando nessa mudança, é possível consumir um alimento livre de do soro do leite e de outras impurezas presentes no produto que você encontra no mercado.

manteiga ghee 3

Manteiga ghee emagrece?

Essa transformação faz com que o alimento se torne muito mais saudável – e esse é um dos principais benefícios da manteiga ghee. Porém, ao contrário do que muitos imaginam, ela não deixa de ser um alimento rico em gordura. “Não é um alimento necessariamente indicado para quem está de dieta. Contudo, quem consome a manteiga normal pode encontrar na ghee uma opção muito mais pura e menos prejudicial à saúde”, garante a especialista, que também alerta para consumir de forma moderada para não aumentar os níveis de colesterol do corpo.

Quem tem intolerância à lactose pode consumir?

Como o processo de clarificação da manteiga elimina os traços de lactose do alimento, essa pode ser uma opção para pessoas que sofrem com intolerância à substância. Porém, tudo vai depender do nível de intolerância. “Essa eliminação pode não ser completa. Por isso, pessoas alérgicas à proteína do leite ou intolerantes só devem apostar na ghee com orientação médica”, alerta.

Como fazer manteiga ghee:

Você vai precisar de um pote de manteiga sem sal. Coloque a quantidade desejada em uma panela e leve ao fogo médio até derreter. Após alguns segundos, a manteiga terá se tornado um líquido e formará uma espuma branca. Com uma escumadeira, vá retirando toda essa espuma. Quando não houver mais espuma e o líquido estiver totalmente transparente e amarelo, está pronto. Tire do fogo. Caso ainda tenha algum resíduo, coe depois de fria e coloque em um vidro. Está pronta para consumir!

manteiga ghee

Dica da nutricionista: é essencial conservar a manteiga ghee em um vidro. Isso garante sua durabilidade. Ela pode ser guardada na geladeira ou mesmo em temperatura ambiente. Caso fique no refrigerador, tem validade de cerca de três dias (dependendo da quantidade). Em temperatura ambiente, a validade cai pela metade. Pode ser usada em pães e bolachas ou mesmo em receitas, assim como a tradicional.

Manteiga-ghee-blog-800x390

Quem ainda ficou com dúvidas em relação ao preparo, coloquei esse vídeo que ajuda muito: https://www.youtube.com/watch?v=9HM4OCzqqOs

Imagens retiradas da internet.

Fonte do texto: http://www.bolsademulher.com/corpo/manteiga-ghee-como-fazer-versao-saudavel-e-sem-lactose-da-manteiga

 

Risoto de Bacalhau

risoto de bacalhau 2

  • 400 g de arroz arbóreo
  • 3 colheres (sopa) de azeite
  • 80 g de manteiga sem sal
  • 700g de bacalhau dessalgado (no final um vídeo ensinando como dessalgar)
  • 1 colher (sopa) de cebola bem picadinha
  • 4 unidades tomates médios sem pele sem sementes picados
  • 5 dentes de alho triturados
  • 150ml de vinho branco seco
  • 1 tablete de caldo de peixe
  • sal a gosto (prove antes de colocar, pois o bacalhau pode estar bem salgado e o queijo parmesão também é bem salgado)
  • 200 g de queijo parmesão ralado na hora

Cozinhe o bacalhau dessalgado em fogo brando por cerca de 10 minutos, retire e desfie grosseiramente. Reserve.

Aqueça 1 colher e meia de azeite, doure o alho, refogue o bacalhau, acrescente os tomates picados e apure por 4 minutos. Reserve.

Em outra panela, aqueça o restante do azeite com metade da manteiga, coloque a cebola para dourar, acrescente o arroz e refogue. Adicione o vinho branco, mexa e deixe evaporar. Coloque o caldo de peixe e misture. Abaixe o fogo e despeje água quente, de concha em concha (coloca 1 concha e mexa até evaporar, depois coloque outra concha e mexa até evaporar e assim por diante…mexendo sem parar). O tempo ideal para o risoto é de 18 minutos para ficar al dente e 20 para ficar mais macio.  Cerca de três minutos antes de apagar o fogo, incorpore o bacalhau. Prove e acerte o sal se necessário. Depois desligue o fogo e misture o queijo parmesão ralado. Por último, acrescente o restante da manteiga e mexa muito bem por 1 minutos (sem parar) e pronto!

risoto de bacalhau 1

risoto de bacalhau 3

Encontrei esse vídeo na internet ensinando como dessalgar o bacalhau de um jeito mais fácil: http://gnt.globo.com/especiais/guia-de-fim-de-ano/materias/veja-como-dessalgar-um-bacalhau-de-maneira-simples.htm

Indicação de Livro e Cupcakes de Nozes e Café

Hoje quero indicar um livro que eu gosto demais! Ele é um dos meus preferidos, até porque ensina o passo a passo de maneira clara e acessível com fotos. A lista com mais de 125 receitas inclui clássicos e variações, como o Bolo de chocolate e pera; delícias artesanais, como as Estrelas de canela; até os imponentes Angel food cake e o Génoise com framboesas e chantilly; além de rocambole, brownie, cupcake, muffin, cookie e muito mais. Esse vale a pena ter em casa!

bolos e outras delicias

Tirei fotos de algumas páginas:

20150327_230017257_iOS   20150327_225858997_iOS

20150327_225851031_iOS   20150327_225840528_iOS

Cupcakes de nozes e café (essa receita e a foto são do livro):

Cupcakes:

  • 200 g de farinha de trigo
  • 2 colheres (chá) de fermento em pó
  • 200 g de açúcar
  • 1/2 colher (chá) de sal
  • 100 g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
  • 3 ovos
  • 150 ml de leite
  • 1 colher (sopa) de café
  • 100 g de nozes picadas

Cobertura:

  • 200 g de açúcar de confeiteiro
  • 100 g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
  • 1 colher (chá) de essência de baunilha

Preaqueça o forno a 180ºC. Peneire a farinha e o fermento. Com as mão, misture o açúcar, o sal e a manteiga até esfarelar. Em uma tigela, bata bem o leite e os ovos. Junte a mistura de ovos à de farinha, mais metade do café frio e mexa até uniformizar. Passe as nozes em um pouco de farinha e acrescente-as à massa. Coloque 24 forminhas de papel em duas assadeiras para 12 cupcakes e despeje a massa até a metade. Asse por 20-25 minutos até os cupcakes ficarem dourados e firmes ao toque. Retire do forno e deixe esfriar.

Cobertura: bata bem o açúcar de confeiteiro, a manteiga, a baunilha e o restante do café frio até obter um creme liso. Espalhe com as costas de uma colher ou use um saco de confeitar. Enfeite os cupcakes com um pedaço de noz.

20150327_232211638_iOS   20150327_232114065_iOS

 

Ovos – tudo que você precisa saber

ovo 2

A cor da casca dos ovos, branca ou marrom, é um caráter genético, consequência da raça da galinha e não tem nenhuma relação com a qualidade nutritiva ou gastronômica. Ainda assim, observa-se que há preferência por parte dos consumidores para ovos marrons.

A casca é a cobertura externa do ovo, formada fundamentalmente por carbonato de cálcio. A superfície é porosa e por sua vez coberta por uma fina película mucosa. Representa entre 10 e 11 por cento do peso total do ovo. Para o consumo, a casca deve ser lisa, sem granulações nem enrugamentos e fissuras, pois qualquer um desses defeitos indicam alguma anomalia no processo de depósito do carbonato de cálcio, e como consequência, tornam-se mais frágeis.

Atualmente, é reconhecido como uma importante fonte de proteína e nutrientes, além de ser um alimento que pode fazer bem para a visão, cérebro e recuperação muscular.

Na hora de armazená-lo, o melhor lugar é a geladeira. Pode ser colocado na porta da geladeira, mas se a família abrir muito a porta, a variação da temperatura pode prejudicar a conservação dos nutrientes e, por isso, o ideal é guardar na prateleira interna. Se não der, o ovo pode ser armazenado em um outro lugar fresco e arejado.

Para quem tem colesterol alto, a recomendação é ingerir ovo de 2 a 3 vezes por semana; já quem não tem o problema pode comer 1 ovo por dia.

Tamanho:

  • Jumbo: acima de 66g
  • Extra: 60 a 65g (cerca de 50ml – 1/4 xícara)
  • Grande: 55 a 60g
  • Médio: 50 a 55g
  • Pequeno: 45 a 50g
  • Industrial: abaixo de 45g

Para saber se o ovo é fresco (ainda que tenha comprado hoje, pode ter semanas), mergulhe-o num copo cheio d’água. Se ficar no fundo, é um ovo novo. Se começar a boiar, pode ser cozinhado, mas não serve para bater em neve. Se flutuar, dispense-o.

ovo 6

ovo 3

Enfim, vamos falar do lado “culinário” dos ovos… É um dos ingredientes mais valiosos na cozinha. Sem ele, muitas receitas seriam inviáveis, pois sua qualidade de engrossar, aerar e emulsificar são fundamentais.

Para obter maior volume na hora de bater as claras em neve, elas devem sempre ser utilizadas em temperatura ambiente (para um ponto de neve mais volumoso).

Logo abaixo você confere dez jeitos diferentes de preparar ovos:

Ovo estrelado
É a técnica de fritar ovo sem gordura, em uma frigideira antiaderente. Tampando a frigideira e cozinhando em fogo baixo, a clara fica macia e ligeiramente dourada, e a gema fica molinha.

ovo 7

Ovo frito
É o frito com óleo na frigideira. A clara fica bem crocante e a gema macia. Tome cuidado para não queimar o ovo – como a temperatura do óleo é bem alta, o preparo desse ovo é rapidinho, cerca de um minuto.

Ovo mexido
Os ovos são batidos, temperados e depois salteados na frigideira. É importante sempre mexer os ovos enquanto os prepara. Ovos mexidos para serem bons precisam estar cremosos e leves, nunca secos e duros. Para isso, adicione creme de leite ou manteiga quando bater os ovos, e os cozinhe em fogo bem baixo.

ovo 8

Ovo cozido
É importante que o cozimento do ovo sempre comece à temperatura ambiente (ou então com água gelada na panela, se os ovos estiverem na geladeira). Depois de prontos, escorra e mergulhe-os em água gelada para interromper o cozimento e facilitar a retirada da casca.

ovo 9

Ovo poché
É o cozimento de um ovo inteiro sem casca em água, deixando-o com textura e sabor bem delicados. O truque é adicionar vinagre ou suco de limão à água do cozimento e colocar o ovo com bastante cuidado, cozinhando por até 5 minutos.

ovo 12

Ovos Benedict
É um ovo poché coberto com molho holandês por cima de uma fatia de lombo canadense e pão de forma tostado. É uma preparação típica dos brunchs americanos.

Ovos assados
É possível assar ovos no forno – mas é preciso ter cuidado com o calor forte e seco por todos os lados. Você pode usar creme de leite, fazer um purê ou cama de legumes para envolver os ovos numa travessa, e cobri-la com papel alumínio.

Suflê
É uma massa super leve feita de ovos que pode ser doce ou salgada. Preparos com pouco amido como suflês  não conseguem manter o volume ao sair do forno, por isso murcham rapidamente. Diferente de bolos e pães que levam amido.

Omelete
É uma preparação super versátil, que pode ter ou não recheio – o qual é incorporado quase no final do cozimento, quando a omelete é dobrada para ser servida.

Fritada
A principal diferença entre a omelete é que, no caso da fritada, os ovos são incorporados ao recheio logo quando são batidos.

ovo 13

Ovos bem batidos e em equilíbrio com os ingredientes restantes da receita, não deixam o preparo com gosto acentuado de ovo. Ao mesmo tempo, não esqueça que um preparo que leve ovo em quantidade, como um quindão, por exemplo, tem como resultado esperado o gosto do ovo. Mas, para amenizar esse cheiro e gosto forte, a dica é “peneirar” as gemas para retirar sua película (que é a causadora). Mas, não esfregue o fundo da peneira, apenas fure a gema e deixe escorrer sozinha.

Espero que tenham gostado. Até a próxima… Beijinhos… Fiquem com Deus!

Fontes:

http://www.consul.com.br/blog-dez-jeitos-diferentes-de-preparar-ovos/

Escola Wilma Kovesi de Cozinha

http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2013/09/ovo-faz-bem-para-visao-e-cerebro-e-pode-ajudar-na-recuperacao-muscular.html

Imagens retirada da internet.

Conversão de Medidas e Temperaturas

image   image

image   image

 

Vamos converter (e traduzir) medidas importantes na hora de cozinhar:

1 teaspoon (tsp) = 1 colher de chá

1 tablespoon (tbsp) = 1 colher de sopa

*** 1 colher de sopa (tbsp) = 3 colheres de chá (tsp)

1 cup = 1 xícara

1 pint = 473 ml (Estados Unidos), 568 ml (Reino Unido)

1 gallon = 3.78 litros

1 fluid ounce/onça líquida (fl oz) = 30 ml (29.57ml) = 2 colheres de sopa (2 tbsp)

1 quart = 946 ml

1 ounce (oz) = 28.34 gramas (arredondamos para 30 gramas quando fazemos uma receita)

1 pound (libra) = 453.59 gramas (450 gramas)

1 quilo = 2.20 pounds

Conversão de Temperatura (Fahrenheit para Celsius):

Quem nunca ficou quebrando a cabeça para converter Fahrenheit para Celsius?

Sempre que vamos fazer um bolo, por exemplo, temos que usar o forno e lá vem a temperatura para nos incomodar.

A fórmula para conversão é a seguinte: °C = (°F − 32) / 1,8

Então, se a temperatura for 300°F: 300-32/1,8 = 148,8°C

Em casa nós geralmente fazemos a conta de cabeça e chegamos a um valor aproximado. Fazemos: °F / 2. Na temperatura acima chegaríamos a 150°C.*

Quem quiser ainda pode utilizar algum conversor da internet. Um exemplo de conversor é o http://fahrenheittocelsius.com/

E lembre-se: quando estiver fazendo uma receita em Inglês e ela mencionar apenas “degrees” (graus), essa temperatura é em Fahrenheit.

*Quando forem viajar e quiserem saber a temperatura aproximada do local, a conta de cabeça é outra: °F -30 / 2. Por exemplo: 100°F: 100-30/2 que fica 35°C (utilizando a fórmula daria 37°C).

Fonte: http://inglesgourmet.com/2011/06/convertendo-fahrenheit-para-celsius/

Manteiga de Amendoim

A manteiga de amendoim possui propriedades nutricionais que trazem diversos benefícios à saúde, especialmente ao coração, desde que consumida com moderação por causa das suas calorias. Alguns dos seus benefícios são: redução do colesterol, prevenção de doenças cardiovasculares, combate a hipertensão arterial, possui gorduras saudáveis (incluindo o ômega-3), fonte de vitamina E, excelente fonte de proteínas, ajuda a emagrecer (as proteínas e as fibras presentes na manteiga de amendoim prolongam a sensação de saciedade). Enfim, são inúmeros os benefícios, além de ser muito gostosa e fácil de fazer. Mas, muita gente ainda tem dúvida na hora de preparar a manteiga em casa, por isso resolvi fazer esse post explicando tudo.

Eu faço apenas com o amendoim (torrado e sem casca), sem acrescentar óleo e fica super cremoso.

Em um processador, coloque 2 xícaras (chá) amendoim e processe, parando a cada minuto para não queimar o aparelho e mexendo com uma colher para desgrudar do fundo. Demora cerca de 7 minutos. Coloquei algumas fotos abaixo mostrando como vai ficando durante o processo.

manteiga de amendoim 1    manteiga de amendoim 2

E agora o resultado!

manteiga de amendoim 3    manteiga de amendoim 4

Eu como com pão e geléia de frutas sem açúcar, mas se quiser pode acrescentar mel ou 2 colheres (sopa) de açúcar ou 1 de adoçante em pó e 1/2 colher (café) de sal.

Se o amendoim que você comprou não está torrado, ensino aqui como torrar: http://cozinhadamaria.com.br/2014/10/docinho-de-amendoim/

Beijos e até a próxima!

Coberturas de Cupcakes

O toque final nos cupcakes é a cobertura e a sua decoração. Apesar de serem usadas normalmente as coberturas mais tradicionais, o uso de bico de confeiteiro, corantes e confeitos transformam os cupcakes em obras de arte.

Vamos falar das coberturas mais usadas:

Glacê: é feito basicamente de claras de ovos, açúcar de confeiteiro e suco de limão. Há variações de receitas que falam para usar ao invés de claras o uso de claras pasteurizadas ou clara em pó, ao invés de açúcar de confeiteiro o uso do açúcar impalpável, que pode ser feito em casa misturando amido de milho (maizena) com açúcar de confeiteiro, e complementando o suco de limão por ácido cítrico ou substituindo.

cupcake

Buttercream: tem como ingrediente principal a manteiga, como o próprio nome já diz, que batida com açúcar de confeiteiro e essência, geralmente de baunilha, formam uma cobertura bem cremosa.

Receita básica de buttercream:

  • 1 xícara de manteiga sem sal em temperatura ambiente
  • 6 a 8 xícaras de açúcar de confeiteiro (peneirado)
  • 1/2 xícara de leite
  • 1 colher de chá de essência de baunilha

Bata na batedeira a manteiga , por cerca de 2 a 3 minutos, até que ela fique cremosa e macia. Acrescente 6 xícaras de açúcar de confeiteiro, o leite e a essência batendo em velocidade baixa e desligue quando a mistura ficar clara e fofa. Caso queira deixar mais consistente, adicione aos poucos as outras 2 xícaras de açúcar, até alcançar o ponto desejado.

buttercream 1 buttercream 2

Ganache: geralmente feito com chocolate meio-amargo, creme de leite, açúcar de confeiteiro e uma pitada de sal, a cobertura tem uma aparência brilhante e ela é fácil de usar por ter uma consistência mais líquida que endurece após trabalhada.

Receita básica de ganache:

  • 1 xícara de chocolate amargo bem picado
  • 1 xícara de creme de leite
  • 4 colheres de chá de açúcar de confeiteiro (opcional)
  • 1 pitada de sal

Primeiro, pique o chocolate amargo bem pequeno, para que ele derreta mais facilmente. Esquente o creme de leite em fogo médio até que comece a ferver. Assim que começar a ferver, desligue e coloque o chocolate picado, mexendo para o chocolate derreta completamente. Quando o chocolate tiver derretido por completo, misture o açúcar e o sal. É opcional colocar umas 2 a 3 colheres de sopa de licor.

Com o ganache é possível trabalhar de 3 formas:

O tipo glacê você pode cobrir bolos e cupcakes com uma colher, e, assim que estiver de pronto, o resultado será uma camada lisa e brilhante. Caso coloque o açúcar na receita ele vai endurecer depois, formando uma casquinha.

ganache

O outro jeito, é levar o ganache a geladeira para ele esfriar e endurecer, ficando com uma consistência durinha como a da trufa. Tire da geladeira e cubra o bolo com a ajuda de uma espátula ou com um bico de confeiteiro.

ganache 2

E o terceiro jeito é bater na batedeira o ganache frio até ele obter um tom mais claro e ficar bem fofo, podendo ser trabalhado com bico de confeiteiro ou com a ajuda de uma espátula.

ganache 3

Pasta Americana: assim como em bolos é usada para decorar cupcakes. Os ingredientes básicos são a gelatina, açúcar impalpável (ou a mistura de açúcar de confeiteiro e amido de milho), água, glucose de milho e gordura hidrogenada (ou manteiga). Ela também é encontrada pronta para uso.

pasta americana 2

Fondant: essa cobertura é líquida e se assemelha ao glacê pela consistência e opacidade. É feita de açúcar de confeiteiro, leite (ou uma mistura de água e glucose de milho) e manteiga.

fondant

Cream Cheese: Inusitado, mas muito gostoso. Batido com açúcar de confeiteiro, o cream cheese fica uma cobertura bem cremosa.

Cobertura de cream cheese:

  • 150g de cream cheese
  • 1/2 xícara de manteiga, em temperatura ambiente
  • 2 a 3 xícaras de açúcar de confeiteiro
  • 1 colher de sopa de essência de baunilha

Bata na batedeira por 3 minutos, mais ou menos, a manteiga com o cream cheese para ficar um creme homogêneo. Junte a essência de baunilha e aos poucos adicione o açúcar de confeiteiro até ficar com a consistência desejada. Use um saco de confeiteiro com bico e decore os seus cupcakes.

cream cheese

Brigadeiro: a nossa tradicional receita de leite condensado com chocolate é excelente também para cobertura de cupcakes.

brigadeiro

Merengue ou suspiro: as claras batidas em neve com o açúcar fazem uma massa leve e delicada, que pode ser levada ao forno para dourar levemente. Este efeito é obtido também, sem precisar levar ao forno, com o uso de maçarico.

merengue

Marshmallow: existem diversas receitas de marshmallow, mas basicamente são feitas com água e açúcar que acompanhados de gelatina incolor, claras, essência de baunilha, cremor tartar e glucose de milho, se transformar nesta cobertura fofa e branquinha.

marshmallow

Os corantes são indispensáveis para criar a infinita gama de cores que deixam os cupcakes bem coloridos e podem ser usados em absolutamente todas as coberturas. Já as essências, exceto a de baunilha, possuem um uso um pouco mais restrito para que os sabores não briguem, porém podem ser acrescentados em várias receitas de cobertura para ressaltar e/ou complementar o sabor.

receitas-faceis-de-cupcake   cupcake 2   CupCake   receitas-faceis-de-cupcake-5

Fonte: http://blog.barradoce.com.br/2010/04/principios-basicos-para-fazer-cupcakes_26.html