Arquivos da categoria: dicas

Salada Caprese com Pesto

  • tomates (usei o tomate da foto abaixo da Mais Saúde, que são livres de agrotóxicos)
  • mussarela de búfala
  • manjericão

tomate

Em uma travessa, arrume a salada como preferir. Abaixo coloquei algumas fotos que busquei na internet como inspiração.

Molho Pesto;

  • 1 maço de manjericão
  • 1 dente de alho descascado
  • 100 ml de azeite
  • 50 g de pinoli ou nozes (eu usei nozes)
  • 30 g de queijo parmesão
  • sal

Retire as folhas do manjericão e pique grosseiramente o alho e as nozes. No processador ou liquidificador, processe todos os ingredientes. Despeje sobre a salada e finalize com folhinhas de manjericão.

tomates São tantos os tipos de tomate que dá até pra confundir. Coloquei essa colinha pra ajudar na hora de escolher o tomate.

  • Carmen: Ele é muito utilizado em saladas, ele tem longa durabilidade e é facilmente encontrado nos mercados. Ele possui coloração vermelho/amarelada e os frutos são firmes, redondo/achatados e pesam de 150g a 250g.
  • Débora: Esse tomate é muito indicado para molhos e  tomates secos, ele possui uma consistência firme e tem longa durabilidade, seu peso varia de 120g a 200g.
  • Momotaro: Ele tem origem japonesa, é ótimo para consumo cru e ele possui coloração rosada, tem leve sabor adocicado e é um pouco mole. Ele é considerado gourmet e sua produção é limitada e por isso possui preço bem elevado.
  • Caqui: Ótimo para saladas e sanduíches, é conhecido por um ter sabor forte e coloração bem avermelhada, eles são moles e podem pesar até 500g
  • Holandês: Esse tomate é raro e seu preço bem elevado, geralmente ele é vendido em cachos, é redondo/achatado na parte superior e inferior, de cor vermelha ou alaranjada se estiverem verdes é sinal que estão frescos. É ótimo para consumir quente ou frio.
  • Italiano: Super indicado para molhos quando maduros, mas são ótimos também para o consumo do fruto cru ou preparar tomate seco, bem diferente dos outros ele é longo e seu comprimento pode chegar a 10cm.
  • Sweetgrape: Ele é sempre confundido com o cereja, mas é uma variação, essa especie ainda é nova no mercado brasileiro, possui sabor adocicado, é um pouco caro e pode ser consumido sozinho ou em saladas.
  • Cereja: Pesando apenas 12g, possui sabor bem adocicado é mais utilizado em saladas e aperitivos e pode ser consumido sem nenhum tempero.

Fonte: http://receitasdeminuto.com/tipos-de-tomates/

caprese 1   caprese 2

Com o tomate da Mais Saúde veio essa receitinha de Suco de Tomate Temperado. Ainda não fiz, mas quem fizer me conte se gostou.

suco de tomate

Inspirações retiradas da internet:

Caprese-Salad-1 http://northdelawhere.happeningmag.com/hot-bbq-party-tips-grilling/caprese-salad-1

caprese 6 http://northdelawhere.happeningmag.com/hot-bbq-party-tips-grilling/caprese-salad-1

Outro molho que fica muito gostoso com a caprese é o Molho Balsâmico: coloque 1 colher (sobremesa) de açúcar e 4 colheres (sobremesa) de vinagre balsâmico em uma panela. Mexa em fogo médio até que 50% do vinagre evapore.

caprese 7 http://northdelawhere.happeningmag.com/hot-bbq-party-tips-grilling/caprese-salad-1

caprese 8 http://northdelawhere.happeningmag.com/hot-bbq-party-tips-grilling/caprese-salad-1

caprese 9 http://northdelawhere.happeningmag.com/hot-bbq-party-tips-grilling/caprese-salad-1

caprese 11 http://thechef-nextdoor.blogspot.com.br/2010/06/embarassingly-easy-caprese-salad.html

caprese 12 http://thechef-nextdoor.blogspot.com.br/2010/06/embarassingly-easy-caprese-salad.html

caprese 13 http://thechef-nextdoor.blogspot.com.br/2010/06/embarassingly-easy-caprese-salad.html

caprese 14 http://jacobskitchen.wordpress.com/2010/08/07/caprese-salad/

caprese 15 http://www.skinnytaste.com/2012/08/cute-school-lunch-ideas-for-kids.html

caprese 16 http://kellytoups.com/tag/christmas-tree/

caprese 18 caprese 17 http://acasacheia.com/2014/01/16/petisco-saudavel-salada-caprese/

Leites Caseiros sem Lactose

Os leites vegetais podem ser uma ótima opção alimentar para quem quer diminuir o consumo de leite animal ou mesmo deixar de consumi-lo. Não quero entrar na questão de que leite faz mal ou faz bem, que engorda ou não, até porque ainda não consegui ter uma opinião formada sobre isso. Existe muita divergência nesse assunto. Faço uso dos dois no meu dia-a-dia e para as minhas filhas também, para que a família consuma diferentes nutrientes. Mas, muitas vezes os leite vegetais ficam inviáveis de comprar pronto. Por isso, vou ensinar como fazer em casa.

Leite de arroz:

arroz

  • ½ copo de arroz cru lavado (pode ser o integral)
  • 3 copos de água

Deixe o arroz de molho na água por 4 horas. No liquidificador, coloque o arroz com a água do molho e bata por 2 minutos. Coe em peneira fina e guarde na geladeira. Se quiser um leite mais líquido ou mais espesso, aumente ou diminua a quantidade de água quando bater. Esse leite fica uma delícia acrescentando baunilha.

Leite de linhaça:

linhaça

  • 1 copo de linhaça
  • 4 copos de água

No liquidificador, bata e coe três vezes em peneira fina e guarde na geladeira.

Leite de aveia:

aveia

  • 1 copo de aveia em flocos
  • 2 copos de água

Deixe a aveia de molho na água por 1 hora. No liquidificador, bata a aveia com a água do molho. Coe e guarde na geladeira. Varie esta receita usando sementes de girassol descascadas.

Leite de nozes:

nozes

  • 1 copo de nozes
  • 2 copos de água

No liquidificador, bata as nozes com a água. Coe 3 vezes e guarde na geladeira. Você pode aproveitar o resíduo que foi coado e utilizá-lo em sopas, pães, assados ou tortas.

Leite de gergelim:

gergelim

  • 1/3 copo de semente de gergelim cru
  • 2 copos de água

Deixe as sementes de molho na água por 2 horas. Bata as sementes com a água por 1 minuto. Coe e guarde na geladeira.

Leite de Quinoa:

quinoa

  • 4 colheres (sopa) de flocos de quinoa
  • 2 xícaras (chá) de água

Deixe a quinoa de molho na água por 15 minutos, depois bata no liquidificador por 1 minuto. Não precisa coar.

Leite de soja:

soja

  • 1 copo de grão
  • 3 copos de água

Deixe a soja de molho por 8 horas. Após esse período, jogue fora a água e bata no liquidificador os grãos com os 3 copos de água. Coe em um pano de prato, espremendo bem o bagaço e leve o leite ao fogo até ferver. Após levantar fervura, abaixe o fogo e deixe-o cozinhando por 20 minutos. Espere esfriar e guarde na geladeira. Se preferir acrescentar sabor, colocar na fervura do leite casca de laranja, canela em pau ou baunilha e quando desligar retira.

Leite de amêndoas (pode ser feito com castanhas):

amêndoas

  • 1 copo de amêndoas cruas
  • 4 copos de água

Deixe as amêndoas de molho de um dia para o outro. Escorra a água que ficou de molho e bata no liquidificador com os 4 copos de água. Coe em um pano fino. Se não for consumir na hora, deve-se guardar o leite na geladeira por 3 dias. Se quiser um leite mais líquido ou mais espesso, aumente ou diminua a quantidade de água quando bater. Com o resíduo que ficar no pano dá pra fazer um patê temperado com azeite, sal, limão e ervas.

Leite de inhame:

inhame

  • 1 inhame japonês médio
  • 2 xícaras (chá) de água

Descasque o inhame, corte-o em pequenos pedaços e bata-o no liquidificador com a água. Coe com um pano de prato e guarde na geladeira. Se quiser um leite mais líquido ou mais espesso, aumente ou diminua a quantidade de água quando bater.

Os Tipos de Farinhas e Seus Benefícios

Já era o tempo em que apenas a farinha integral era a mais indicada para emagrecer. Agora existem opções à base de frutas, grãos e cereais. São tantas, que fica difícil entender a finalidade de cada uma delas, né!?! A revista Dieta Já! fez uma matéria muito interessante sobre essas farinhas e eu vou dividi-la com vocês.

foto

A farinha de trigo integral apenas adiciona fibras à alimentação. Já as demais têm a vantagem de acrescentar todos os nutrientes dos alimentos e algumas delas garantem ainda o emagrecimento. São elas: farinha de banana verde, feijão-branco, berinjela, maracujá, linhaça e coco (lembrando sempre que elas têm que estar em uma dieta equilibrada).

Nem todas podem ser usadas como substitutas da farinha de trigo nas receitas. A saída é adicioná-las aos alimentos, como sucos, iogurtes, chás, molhos. A farinha de banana verde é a mais indicada para substituir a farinha de trigo, pois ela tem sabor neutro e é ótima para dar liga às receitas. A farinha de berinjela, linhaça e de feijão-branco são boas para o prepare de pães, bolos, biscoitos e outras massas.

A revista passou algumas receitas, que além de gostosas e saudáveis, são ideais para aproveitar todos os benefícios das melhores farinhas para emagrecer.

Biscoito de Farinha de Linhaça e Gergelim

download (2)

Rendimento: 24 porções – 23 kcal cada biscoito

  • ½ xícara (chá) de farinha de trigo integral
  • ½ xícara (chá) de farinha de linhaça
  • 1 xícara (chá) de amido de milho
  • 1 xícara (chá) de aveia em flocos
  • 160 g de margarina culinária
  • 1 clara de ovo
  • 1 colher (sopa) de linhaça
  • 2 colheres (chá) de gergelim
  • 1 colher (chá) de sal

Em uma tigela, junte todos os ingredientes e misture com as pontas dos dedos até obter uma massa úmida que solte das mãos. Em uma superfície enfarinhada, abra a massa com um rolo e corte no formato desejado. Arrume os biscoitos em assadeiras e faça furo neles com um garfo. Leve ao forno pré-aquecido por 15 minutos ou até dourar levemente.

linhaça

Tirinhas de Farinha de Maracujá

tirinhas-de-farinha-de-maracujá

Rendimento: 60 unidades – 43 kcal cada tirinha

  • 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • ½ xícara (chá) de farinha de maracujá
  • 1 xícara (chá) de açúcar mascavo
  • 4 colheres (sopa) de margarina LIGHT
  • 2 ovos inteiros
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 1 colher (café) de canela em pó
  • ½ colher (café) de cravo em pó
  • ¼ de xícara (chá) de água

Misture todos os ingredientes até obter uma massa homogênea. Deixe repousar na geladeira por pelo menos 30 minutos. Abra a massa com o auxílio de um copo ou abridor de massa. Corte em tiras de até um dedo de espessura. Leve para assar em fôrma levemente untada com margarina e polvilhada com farinha de trigo. Quando dourar, retire do forno e sirva.

farinha maracujá

Panqueca de Ricota com Farinha de Feijão-Branco

panqueca-de-ricota

Rendimento: 6 porções – 210 kcal cada porção

Massa:

  • 3 ovos
  • 2 colheres (sopa) de margarina light
  • 1 xícara (chá) de leite desnatado
  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo
  • ½ xícara (chá) de farinha de feijão-branco
  • 1 colher (café) de açafrão
  • Sal a gosto

Recheio:

  • 1 xícara (chá) de proteína texturizada de soja refogada
  • ½ xícara (chá) de tomate picadinho
  • ½ xícara (chá) de espinafre cru picado
  • 6 azeitonas picadas
  • 1 colher (chá) de açafrão
  • 3 colheres (sopa) de cebolinha picada
  • Sal e pimenta a gosto
  • 2 xícaras (chá) de ricota peneirada
  • 3 colheres (sopa) de farinha de feijão-branco
  • ½ xícara (chá) de leite desnatado

Molho:

  • 2 xícaras (chá) de molho de tomate pronto
  • 1 colher (sopa) de farinha de feijão-branco
  • 3 colheres (sopa) de parmesão em lascas
  • 3 colheres (sopa) de cebolinha picada

Modo de Preparo:

Massa:
Bata todos os ingredientes no liquidificador.
Frite pequenas porções, cerca de 1 concha em uma frigideira antiaderente, até que doure dos dois lados. Reserve.

Recheio:
Deixe a proteína de soja de molho em água por 2 horas.
Refogue com o tomate, o espinafre, as azeitonas, o açafrão e os temperos.
Misture com os demais ingredientes.
Recheie as panquecas e enrole-as.

Molho:
Aqueça o molho e misture com a farinha.
Despeje por cima das panquecas.
Finalize com o queijo parmesão e a cebolinha.

feijao-branco

Pão de Coco e Cúrcuma

pão-de-coco-e-cúrcuma

Rendimento: 15 unidades – 85 kcal cada

  •  2 colheres (sopa) de fermento biológico
  • 1 colher (chá) de sal marinho
  • 1 colher (chá) de açúcar demerara
  • 2 colheres (sopa) de óleo de coco
  • 1 ovo orgânico
  • 1 e ½ xícara (chá) de água morna
  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo integral
  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo branca
  • ½ xícara (chá) de farinha de coco
  • 1 colher (chá) de cúrcuma em pó

Em um recipiente, peneire o fermento, o sal e o açúcar. Coloque o óleo de coco, o ovo e a água. Misture bem. Adicione as farinhas e a cúrcuma. Sove a massa até que fique homogênea. Deixe descansar por 2 horas. Divida a massa em minipães e disponha em uma fôrma untada e polvilhada com farinha. Leve ao forno preaquecido a 180 °C por 60 minutos ou até os pães dourarem.

farinha de banana verde

Bolo de Farinha de Banana Verde

bolo-de-farinha-de-banana-verde

  • 1 ovo grande
  • ¼ de xícara (chá) de açúcar mascavo
  • ¼ de xícara (chá) de óleo de canola ou soja
  • 1 xícara (chá) de leite de soja
  • 1 xícara (chá) de farinha de banana verde
  • 1 xícara (chá) de farinha de arroz
  • 3 bananas picadas
  • 1 colher (sobremesa) de canela
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó

Em uma batedeira, bata o ovo com o açúcar. Acrescente lentamente o óleo e misture bem. Adicione o leite e as farinhas e bata por 3 minutos ou até formar uma massa homogênea. Empregue as bananas e a canela e bata até que a massa fique bem lisa. Desligue a batedeira e coloque o fermento. Mexa com uma espátula. Despeje em uma fôrma untada com óleo de canola ou de soja e asse em forno preaquecido a   180 °C até dourar.

banana verde

Fonte: http://dietaja.uol.com.br/conheca-os-beneficios-das-farinhas-de-frutas-graos-e-cereais/

Bolo Vegan de Baunilha e Açúcar Baunilhado

bolo sem ovo 6

Primeiro vamos explicar o que é uma alimentação vegana:

O vegano não consome produtos de origem animal, como carne, peixe, lacticínios, ovos, mel entre outros. Veganismo é uma filosofia de vida motivada por convicções éticas com base nos direitos animais.

Mais informações: http://pt.wikipedia.org/wiki/Veganismo

Agora vamos falara da famosa “fava de baunilha”! Se você nunca utilizou a fava, se prepare, pois você não vai mais querer usar a essência, que é apenas um aroma artificial. O aroma verdadeiro de baunilha vem das favas de uma orquídea (foto abaixo). Isso mesmo, a baunilha é uma orquídea!

orquidea-baunilha-09

2008_10_10-vanilla1 Favas de baunilha em estágios de maturação.

Mais informações: http://acozinhadajuju.wordpress.com/2013/06/04/cozinha-curiosa-2-baunilha/

Agora vamos à receita desse bolo cheiroso:

  • 1 xícara (chá) de água morna
  • 1 fava de baunilha
  • 1½ xícara (chá) de farinha de trigo
  • 1 xícara de açúcar
  • 3/4 colher (chá) de bicarbonato de sódio
  • ½ colher (chá) de sal
  • ½ xícara (chá) de óleo
  • 2 colheres (chá) de vinagre branco

Em uma vasilha misture os ingredientes secos, depois acrescente o óleo e a água. Misture bem.

Coloque a fava de baunilha em uma tábua e, com uma faquinha de ponta, corte-a no meio, de comprido. Passe o lado sem corte da faca por dentro da fava e retire as “sementinhas”, que serão usadas na receita.

bolo sem ovo 10   bolo sem ovo 11

Misture a baunilha à massa e misture. Perceba que ficam aparecendo pontinhos pretos.

bolo sem ovo 1

 

Por último, adicione o vinagre e misture rapidamente.

bolo sem ovo 2

 

Despeje a massa em uma forma com furo no meio, untada e leve ao forno pré-aquecido baixo por cerca de 40 minutos.

bolo sem ovo 3   bolo sem ovo 4

bolo sem ovo 5   bolo sem ovo 7

 

Depois de utilizar a fava de baunilha, não jogue fora a casca! Eu uso para fazer o açúcar baunilhado. Deixa secar por uns 2 dias, depois guarda em um potinho fechado. Vai juntando essa casca toda vez que usar a fava, porque para fazer o açúcar baunilhado você precisará de 10% do peso de açúcar em baunilha. Por exemplo, se eu usar 100g de açúcar, vou precisar de 10g de baunilha. O ideal é fazer com açúcar refinado ou de confeiteiro por eles serem mais fininhos, mas pode ser com açúcar cristal. No processador ou liquidificador, colocar o açúcar e a baunilha e processar. Depois, em uma peneira coar essa mistura e guardar em um potinho com tampa e pronto! Fácil, né!?! Assim não tem desperdício na cozinha e suas receitas ficam mais gostosas usando o açúcar baunilhado.

Tem um vídeo que é muito legal da Danielle Noce do www.icouldkillfordessert.com.br que ensina certinho como fazer.

Festa da Panqueca

A revista Casa&Comida fez uma matéria muito fofa sobre as amadas PANQUECAS! O título da matéria é “Festa da Panqueca”.

panqueca-zest-casa-e-jardim

Leves e macias, panquecas são uma alegria no café da manhã de domingo. E não só no domingo, a revista mostra que ela é ideal para um brunch, chá da tarde, festa de criança… Além dos recheios tradicionais, como mel e geléia, pode-se usar salmão defumado e creme azedo. As panquecas das fotos são do Buffet Zest Cozinha Criativa, que forneceram a receita.

images

 

Panqueca de Buttermilk

Rendimento 8-10 panquecas

  • 1 xícara de leite integral
  • 1 colher (sopa) de suco de limão
  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 2 colheres (sopa) de açúcar
  • 1 colher (sopa) de fermento químico em pó
  • 1 ovo
  • 1 colher (sopa) de manteiga derretida

Para fazer o buttermilk, misture o suco de limão com o leite  e reserve por 10-12 minutos. O suco de limão vai talhar o leite  e deixá-lo com uma consistência mais grossa.
Junte  os ingredientes secos, exceto o fermento. Em uma tigela à parte, misture a manteiga derretida, o ovo e o buttermilk. Adicione os ingredientes líquidos aos ingredientes  secos, mexendo levemente com o batedor de arame ou uma colher.
Acrescente o fermento em pó e mexa bem. Aqueça uma frigideira antiaderente untada com manteiga e despeje uma porção da massa usando uma concha pequena (do tipo usado em molheiras).
Cozinhe de um lado até começar a formar bolhas de ar, que indicam que a massa já está cozida. Então, vire a panqueca com a ajuda de uma espátula. A panqueca deve estar dourada. Grelhe o outro lado por 1-3 minutos e sirva.

Você também pode fazer a receita acima em versões míni (foto abaixo). Espetadas no palito, as panquequinhas são mergulhadas na calda de caramelo toffee, também do Buffet Zest.

images (1)

 

Calda de Caramelo Toffee

  • 1 xícara de açúcar
  • 2 colheres de sopa de glucose
  • 1 xícara de água
  • ¾ de xícara de creme de leite fresco
  • ½ fava de baunilha

Em uma panela colocar o creme de leite fresco para aquecer em fogo baixo, abrir a fava de baunilha e raspar a fava, colocando toda a baunilha no creme de leite. Em outra panela, colocar o açúcar, a água e a glicose e levar ao fogo médio. Quando o açúcar derreter e começar a ficar dourado, baixar o fogo e juntar a esse caramelo o creme de leite aquecido, com cuidado pois pode ser perigoso. Misturar vigorosamente com o batedor de arame até virar uma mistura homogênea. A calda deve ficar densa e cremosa, mesmo quente. Reservar e deixar resfriar antes de servir, porém pode também ser servida levemente aquecida, o que vai mudar sua consistência, deixando-a um pouco mais fina.

Fonte: http://revistacasaejardim.globo.com/Casa-e-Comida/

Procurei por mais inspirações na internet:

download   images (2)   images (3)   images (5)   images (6)   images (7)   fun-shaped-pancakes   images (8)   images (9)   images (10)   images (11)   images (12)   images (13)   images (14)   images (15)   images (17)   images (18)   images (20)   images (21)   images (22)   images (23)   Pancakes   download (1)   images (16)   images (27)   images (24)   images (26)   images (25)

Ágar-ágar

Japanese summer confectionery, Mizuyokan

O Ágar-ágar – também conhecido como ágar ou kanten é um gelificante proveniente de algas, de uso centenário. Acredita-se que o seu processo de produção começou no Japão por volta de 1650, não apenas para uso culinário como também para usos científicos. Ainda hoje essa gelatina continua a ser extraída através de um processo de fervura de algas vermelhas (Gelidium sp.). Essa gelatina natural por vezes é usada como laxante, devido ao seu alto conteúdo de fibras solúveis – chega até aos 94,8% de fibra, ajudando de uma maneira natural o organismo funcionar melhor. Também por causa da alta quantidade de fibra, acaba por diminuir o apetite e por fazer uma pessoa se sentir cheia por muito mais tempo. Em termos de dieta, o ágar é um curinga: praticamente não tem calorias, nem carboidrato, açúcar ou gordura. Tem muita fibra, ajuda a saciar o apetite e depois de preparado contém bastante água, o que ajuda a manter o corpo hidratado. Sem sabor, cor ou odor, é fácil de ser usado na culinária, permitindo que quem está fazendo dieta possa consumir sobremesas, que além de serem permitidas, são também saudáveis para o organismo. Uma das grandes curiosidades do ágar é que o seu poder gelificante é dez vezes superior ao da gelatina de origem animal, sendo que apenas uma pequena quantidade é suficiente para solidificar uma grande quantidade de líquido. Muita atenção, pois usar quantidades superiores de ágar numa receita pode resultar em algo intragável, por isso siga sempre as proporções indicadas. O ágar também tem a curiosidade de solidificar em temperatura ambiente, não sendo preciso ficar obrigatoriamente na geladeira para ser consumido. Assim, você pode levar com você para o trabalho ou onde precisar, para servir como um lanchinho quando tiver fome, sabendo que não vai derreter com o calor.

Fonte: http://www.dietaereceitas.com.br/blog/aliados-dieta/agar-agar-a-gelatina-que-emagrece

Vou passar uma receitinha com ágar-ágar que faço sempre em casa. Não fica com uma cara ótima, mas fica cremoso e delicioso. Vale a pena fazer mesmo! Já fiz de vários sabores e todos ficaram uma delícia, mas os sabores que mais gostei foram de uva e de maracujá. Então vamos à receita…

Mousse de Uva

  • 3 xícaras (chá) de leite sem lactose
  • 1 colher (sopa) de ágar-ágar
  • 1 xícara (chá) de adoçante em pó
  • 1 xícara (chá) de suco de uva concentrado

Em uma panela, dissolver a gelatina no leite e levar ao fogo, mexendo sem parar, até ferver. Abaixe o fogo e deixe cozinhar por 3 minutos (lembrando que é pra mexer sempre). No liquidificador, bata o suco, o adoçante e o leite com a gelatina até ficar homogêneo. Leve à geladeira por 2 horas.  

mousse agar-agar   mousse agar-agar 2

agar-agar Esse eu usei o suco concentrado de maracujá no lugar do suco de uva.

Óleos para emagrecer

óleos

Quem disse que a gordura é vilã de uma dieta saudável? Quando bem utilizada, ela é um dos nutrientes fundamentais para o funcionamento equilibrado do nosso corpo. Existem quatro tipos de óleos ideais para quem vive de olho na balança. São eles: óleo de abacate, de coco, de noz-pecã e de linhaça. Todos possuem características únicas que os fazem se destacar. Os óleos de abacate e de coco auxiliam na redução da circunferência abdominal. O óleo de abacate combate a compulsão alimentar O de noz-pecã, por sua vez, reduz significativamente a gordura do organismo; seu consumo faz com que a gordura retirada não retorne ao fígado e seja definitivamente eliminada. Já o de linhaça, colabora para a queima de gordura corporal e para o bom funcionamento do organismo.

Aqui tem algumas receitas utilizando esses óleos:

Pipoca Doce

pipoca doce

  • 2 colheres (sopa) de milho para pipoca
  • 1 colher (chá) de óleo de coco
  • ½ colher (chá) de canela em pó

Em uma panela, coloque o óleo de coco e o milho. Mexa bem e tampe a panela para a pipoca estourar. Quando estiver pronta, salpique a canela em pó e sirva.

DICA: se o óleo de coco se solidificar, basta aquecê-lo por alguns segundos no micro-ondas que ele volta a ficar líquido.

Salada de Quinoa com Damasco e Amêndoas

salada de quinoa

 

  • 5 colheres (sopa) de amêndoas sem sal picadas
  • 1 xícara (chá) de quinoa em grãos
  • 1 xícara (chá) de suco de laranja
  • 1 xícara (chá) de água
  • 1/3 xícara (chá) de damascos secos picados
  • 2 colheres (sopa) de cebolinha picada
  • 1 colher (sopa) de salsinha fresca picada
  • 1 colher (sopa) de suco de limão
  • 3 colheres (sopa) de óleo de noz-pecã
  • ½ colher (chá) de sal marinho

Em uma frigideira antiaderente, toste as amêndoas em fogo médio, mexendo sempre até ficarem levemente douradas. Deixe esfriar e reserve. Em uma panela média, misture a quinoa, o suco de laranja e a água. Leve ao fogo e deixe ferver em fogo alto. Reduza o fogo, cubra e cozinhe por 15 minutos ou até que o líquido seja absorvido pelos grãos. Transfira a quinoa para uma tigela grande e adicione os damascos, a cebolinha, a salsa e as amêndoas reservadas. Por fim, acrescente o suco de limão, o óleo de noz-pecã e o sal e sirva.

Smoothie Cremoso

smoothie cremoso

 

  • 200ml de leite de amêndoas
  • ½ banana nanica em rodelas
  • 1 fatia de mamão papaia em cubos
  • 1 colher (chá) de óleo de linhaça
  • gelo a gosto

Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva logo em seguida.

Pescada ao Molho de Nozes

pescada ao molho de nozes

 

  • 3 filés de pescada (750 g)
  • 1/4 xícara (chá) de nozes
  • 1 dente de alho
  • 1/4 xícara (chá) de óleo de abacate
  • 1 colher (sobremesa) de suco de limão
  • sal marinho a gosto

Grelhe o peixe em uma frigideira até que fique dourado dos dois lados. Em um liquidificador, bata as nozes, o alho, o óleo de abacate, o suco de limão e o sal até ficar uma mistura homogênea. Distribua esse molho sobre o filé e sirva. Se quiser, acrescente pimenta-rosa.

Fonte: Revista Dieta Já

Farinha e Biomassa de Banana Verde: saiba como fazer e quais são seus benefícios

Farinha de Banana Verde

farinha-de-banana-verde-foto

Considerada uma das principais fontes de amido resistente, um nutriente que não é digerido no estômago, e sim no intestino delgado (é nesse processo que reside boa parte dos benefícios desse produto), a Fibra ou Farinha de Banana Verde é um alimento saboroso, nutritivo e rico em nutrientes fundamentais para a nossa saúde!

Na banana verde encontramos de 55 a 93% de amido resistente entre o total de amidos da fruta, já o processo de amadurecimento faz com que ele seja convertido em açúcares, perdendo sua eficácia.

Dentre os benefícios da Farinha de Banana Verde podemos citar:

  • É um alimento 100% Natural;
  • Previne e controla a diabetes, pois tem baixo índice glicêmico;
  • Reduz as taxas de colesterol no sangue;
  • Previne a osteoporose, pois ajuda na absorção do cálcio pelo organismo;
  • Melhora a prisão de ventre, pois é rica em fibras;
  • Promove sensação de saciedade e diminui a fome;
  • Alivia os sintomas da TPM, pois possui vitamina B6 e triptofano, elementos responsáveis por sintetizar a serotonina, hormônio responsável pelo bom humor;
  • Fortalece o sistema imunológico, pois desenvolve a flora intestinal, o que vai proteger seu organismo contra bactérias nocivas que invadem o intestino principalmente pela alimentação.

Como fazer a Farinha de Banana Verde?

É muito simples, basta cortar as bananas verdes, de preferência orgânicas, em rodelas finas e levar ao forno por volta de 30 minutos. Depois de secas, bata as rodelas no liquidificador.

Sugestão de uso: a quantidade de consumo recomendada é cerca de duas colheres de sopa por dia, e você pode acrescentá-la a frutas, sucos, iogurtes, sopas e molho para saladas, além de enriquecer receitas de bolos, biscoitos e pães.

Biomassa de Banana Verde

massa de banana verde

Possui as mesmas propriedades da farinha e pode ser comprada na forma industrializada (congelada) ou feita em casa. Segue a receita abaixo:

Ingredientes:

  • 12 bananas verdes (de preferência orgânicas);
  • Água;

Preparo:

Lave as bananas verdes sem tirar o cabo da fruta. Encha a panela de pressão com água (apenas a quantidade suficiente para cobrir as bananas), e leve ao fogo para esquentar. Quando a água estiver borbulhando, coloque as bananas e tampe a panela. Quando começar a chiar conte 10 minutos, desligue e deixe a pressão passar naturalmente (cerca de 15 minutos). Depois disso, escorra a água da panela e tenha muito cuidado ao abrir as bananas, para não se queimar. Se preferir, utilize um garfo. Coloque a polpa da fruta – sem as cascas – para bater no liquidificador (pode ser necessário um pouco de água quente). Coloque a mistura em fôrmas de gelo e congele (dura até 4 meses), ou guarde na geladeira em um pote de vidro, por até 7 dias.

Quando utilizar a biomassa congelada, retire do congelador no dia anterior e coloque na geladeira, ou então a coloque no microondas, em um pote de vidro, por 1 minuto.

Sugestão de uso: batido em vitaminas, sucos, sopas, patês, no caldo de feijão, molho de tomate, massa de pão, bolo etc.

Fonte: http://blog.tryoop.com.br/post/farinha-e-biomassa-de-banana-verde-saiba-como-fazer-e-quais-sao-seus-beneficios/

BRIGADEIRO FUNCIONAL DE CHOCOLATE E BIOMASSA DE BANANA VERDE

Ingredientes:

  • 1 xícara de chá de  biomassa de banana verde (200 g)
  • ½  xícara de chá chocolate em barra 70% (100g)
  • 1 colher de sopa de adoçante stevia em pó

Misture todos os ingredientes e cozinhe em fogo baixo até derreter totalmente o chocolate.
Deixe esfriar. Enrole em formas de brigadeiro.

GANACHE FUNCIONAL DE CHOCOLATE

Mesma receita do brigadeiro acrescida de:

  • ¾ de xícara de leite coco (150 ml)

Misture todos os ingredientes e cozinhe em fogo baixo até derreter totalmente o chocolate.

MOUSSE FUNCIONAL DE CHOCOLATE

Mesma receita do brigadeiro acrescida de:

  • ¼  de xícara de chá de leite de coco (50 ml)
  • 2 claras batidas em neve

Misturar todos os ingredientes com exceção das claras em neve e cozinhe em fogo baixo até derreter todo o chocolate.
Acrescentar as claras em neve mexendo gentilmente até obter um creme bem aerado.

Fonte: http://carolbuffara.com.br/?p=1032

Sopa Funcional

  • 1 cebola pequena picada
  • 1 fio de óleo para refogar
  • 2 tomates sem pele picados
  • 2 talos de alho poró em rodelas
  • 2 folhas de couve manteiga
  • 1 punhado de salsinha picada
  • 3 talos de cebolinha picada
  • 8 buquês de couve-flor
  • 1 beterraba em cubos
  • 1 cenoura em rodelas
  • ½ xícara (chá) de ervilha fresca
  • 1 punhado de folhas frescas de hortelã
  • temperos: sal, pimenta, coentro, manjericão, alecrim, açafrão à gosto.

sopa 1

 

Em uma panela, refogue a cebola e o alho com óleo. Acrescente os outros ingredientes e refogue rapidamente. Junte os temperos e água, até cobrir os legumes.

sopa 2

Assim que a água ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 30 minutos.

sopa 3

Espere esfriar um pouco e bata no liquidificador.

sopa 4

Sirva 1 porção (1 prato fundo) com 2 colheres (sopa) de quinoa em flocos ou de arroz integral (já cozido).

Bolachinhas

Postei algumas fotos no Instagram de maneiras divertidas e lindas de decorar bolachinhas e foi o maior sucesso. Me pediram a receita para fazê-las, então testei algumas e a que mais gostei foi essa. Retirei algumas fotos da internet como inspiração!!!

bolachinhas 5

  • 2 xícaras (chá) de açúcar
  • 2 ovos
  • 3 colheres (sopa) de manteiga
  • 5 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (chá) de fermento em pó

Coloque o açúcar, os ovos e a manteiga em uma tigela e misture bem. Acrescente a farinha e misture novamente. Junte o fermento e amasse bem com as mãos. Abra a massa com um rolo e usando cortadores faça os biscoitos. Quem não tiver os cortadores, use a boca do copo para cortar as bolachinhas. Dai vem a sua imaginação! Coloque as bolachinhas na forma untada com óleo e leve ao forno baixo por cerca de 20 minutos (o tempo de forno varia com a espessura das bolachas).

Lembrando que todas as imagens foram retiradas da internet, nenhuma é de minha autoria.

bolachinhas 2

bolachinhas 3

bolachinhas

 

 

bolachinhas 4Imagem retirada daqui: http://avidaemazulcueca.blogs.sapo.pt/2013/02/?page=3